Gestão de Talento

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF

Nem todos os recursos humanos, nos contextos profissionais em que estão inseridos, são talentos. Ser um “talento” implica fazer a diferença quer do ponto de vista do desempenho quer no que concerne ao potencial de desenvolvimento que se apresenta.

Assumindo este princípio como ponto de partida, as organizações estão cada vez mais orientadas para definirem e implementarem estratégias tendo em vista assegurar que o talento dos seus colaboradores é colocado ao serviço do negócio/ da actividade e que, por conseguinte, o sucesso do negócio é capaz de fazer emergir e potenciar talento.

A intervenção da Leadership neste domínio passa pela definição de estratégias e planos de acção tendo em vista a identificação, o desenvolvimento, a retenção e a motivação dos verdadeiros talentos da organização.